Artigos e Variedades
Saúde - Educação - Cultura - Mundo - Tecnologia - Vida
Como combater a hipertensão

Como combater a hipertensão

Quem tem pressão alta pode mudar os próprios hábitos para afastar o problema. Do esporte à alimentação, há diversos meios de melhorar a saúde antes de recorrer a medicamentos.

controlepressao.jpg

É aconselhável medir a pressão todos os dias no mesmo horário

Se você está acima do peso, bebe álcool regularmente e quase não se movimenta, então não é de espantar se você tiver hipertensão, ou pressão alta. Faça algo para combatê-la, o mais rápido possível.

Primeiro elimine o sal, que costuma ser um dos vilões. Cientistas descobriram que ele transporta certas substâncias semioquímicas que fazem as células da musculatura dos vasos sanguíneos se contraírem. Isso resulta em maior resistência nas veias e artérias, e, portanto, pressão sanguínea elevada. Ervas substituem muito bem o sal na questão do sabor.

Se você está se sentindo super em forma e acha que pode passar sem exercícios físicos, está enganado. Especialmente para a hipertensão, esporte é um santo remédio. Está claro que não funciona do dia para a noite: é preciso ter paciência e, de preferência, também um pouco de ambição. Deve-se praticar esporte entre 30 e 45 minutos, três ou quatro vezes por semana.

Isso também ajuda a se livrar dos quilinhos extras. Pois cientistas e médicos são unânimes em afirmar que o excesso de peso eleva a pressão sanguínea, podendo acarretar outras doenças. O coração pode ser prejudicado, elevando o risco de acidente vascular cerebral (AVC) ou infarto.

Correr, nadar ou andar de bicicleta são todas boas opções, contanto que praticados com regularidade. Jogar futebol ou tênis também alivia as tensões e faz bem à alma.

Um copo de vinho ou cerveja de vez em quando não faz mal, o importante é não exagerar. Também açúcar, cafeína e nicotina são puro veneno para o sangue, e ruins para a pressão. Comida de lanchonete é tabu, assim como aquele assado de porco gorduroso, salgadinhos de pacote ou batatas fritas com ketchup e maionese.

Todo mundo sabe que é preciso comer bastante frutas e verduras. Na prática, vale sempre a pena se perguntar: que tal uma cenoura em vez de chocolate? Uma maçã ou pera em vez de bolo?

Entre as comidas que têm a fama de baixar a pressão, estão trigo sarraceno, beterraba e melancia. Ou a cozinha mediterrânea, com bastante alho, que torna o sangue mais fluido e alarga os vasos sanguíneos.

Para quem leva realmente a sério os perigos da hipertensão, vale a pena comprar um aparelho de tirar pressão. É aconselhável medir a pressão todos os dias no mesmo horário e anotá-la junto com outras informações, como o que se bebeu e comeu e se houve prática esportiva. É uma boa foram de manter a disciplinas. Mas, acima de tudo, é preciso paciência: tudo o que é bom precisa de tempo. Portanto o melhor é começar já.

Fotos e Textos - Autoria : Roselaine Wandscheer

Foto1.jpg

COMO REDUZIR O CONSUMO DE SAL

Prefira ervas naturais e grelhados

Experimente grelhar usando azeite de oliva e alho. Substitua o sal pelo sabor de ervas, como orégano, sálvia, alecrim, manjericão, tomilho, salsinha e cebolinha. Também o suco de limão, o curry e a mostarda deixam a comida saborosa.

Foto2.jpg

COMO REDUZIR O CONSUMO DE SAL

Sal marinho

Prefira o sal marinho integral, que contém muitos minerais. O sal refinado passou por um processo industrial, onde perdeu elementos essenciais.

 

Foto3.jpg

COMO REDUZIR O CONSUMO DE SAL

Nunca salgar "a olho"

Não confie na pitada, prefira a colherinha (e de preferência pequena).

 

foto4(1).jpg

COMO REDUZIR O CONSUMO DE SAL

Não colocar o saleiro na mesa

O sal ao alcance da mão pode ser uma tentação. Na hora da refeição, deixe o saleiro longe.

Foto5.jpg

COMO REDUZIR O CONSUMO DE SAL

O que evitar

Evite comidas prontas, conservas, enlatados e salgadinhos com adição de sal, como amendoim, castanhas e chips em geral.

 

foto6(1).jpg

COMO REDUZIR O CONSUMO DE SAL

Embutidos e molhos industrializados

Evite linguiças, mortadela, presunto, salame e salsichas, da mesma forma como ketchup, maionese e outros molhos.

foto7(1).jpg

COMO REDUZIR O CONSUMO DE SAL

Manter o equilíbrio

O cloreto de sódio (sal de cozinha) é importante para o equilíbrio hídrico, a formação óssea, o sistema nervoso e a digestão.

foto8(1).jpg

COMO REDUZIR O CONSUMO DE SAL

Bom contra afta

O sal é um agente asséptico e ajuda a evitar germes. Gargarejos com água e sal três vezes ao dia podem ajudar na cura de uma afta ou feridas na boca.

foto9(1).jpg

COMO REDUZIR O CONSUMO DE SAL

Contra a celulite

O banho de sal ajuda a desintoxicar o corpo, pois estimula a circulação e aumenta a corrente linfática. Acrescentando-se óleo essencial, pode-se amaciar a pele, ao mesmo tempo em que se faz aromaterapia.

 

foto10(1).jpg

COMO REDUZIR O CONSUMO DE SAL

Contra a hipertensão

E se a pressão alta já chegou, um remédio natural é a banana. Pobre em sódio, mas rica em potássio, ela normaliza a pressão arterial. Outros alimentos desta categoria são batata-doce, abacate, beterraba e feijão.

Autoria: Roselaine Wandscheer

Gudrun Heise - DW Comunicações

Comente essa publicação